Guilherme Benchimol: A história do homem por trás da XP Investimentos

Colaborador do Torcedores

Crédito: Crédito da imagem: Infomoney (divulgação).

A história de Guilherme Benchimol nos mostra o quanto é importante perseverar e não desistir de seus sonhos, não importa o quanto a vida possa se tornar difícil.

Por trás de toda empresa de sucesso há uma pessoa ou um grupo de pessoas que trabalharam muito para alcançar o reconhecimento do mercado.

Com a XP Investimentos não foi diferente.

Fundada em 2002, a empresa é hoje a maior corretora de valores do Brasil e já ultrapassou a marca dos um milhão de clientes e mais de 200 bilhões sob custódia.

O responsável por todo esse sucesso é uma pessoa simples, cuja trajetória de vida tem inspirado milhares de novos empreendedores de todas as partes.

Estou falando de Guilherme Benchimol, fundador e CEO da XP Investimentos.

A história de Guilherme Benchimol nos mostra o quanto é importante perseverar e não desistir de seus sonhos, não importa o quanto a vida possa se tornar difícil.

Recentemente, Guilherme foi eleito como uma das pessoas 50 mais influentes do mundo pela revista Bloomberg, sendo o único brasileiro a figurar nessa lista e, também, o único representante da América do Sul.

Se você não sabe quem é Guilherme Benchimol, te convido a conhecer comigo a história desse homem que pretende revolucionar a forma de fazer investimentos no Brasil.

Quem é Guilherme Benchimol

Guilherme Benchimol nasceu no Rio de Janeiro, mas foi em Porto Alegre que a sua história de sucesso teve início.

Crédito da imagem: Fábio Rossi / O Globo.

Seu pai era médico cardiologista e sempre estimulou o filho a seguir carreira em alguma grande empresa do mercado.

Logo após se formar em economia, ainda no ano 2000, Guilherme conseguiu um emprego em uma grande corretora de valores em que era o responsável por atrair novos clientes.

No ano seguinte, em 2001, essa corretora fechou e Guilherme foi demitido.

Na época, Guilherme tomou o fato como uma espécie de derrota pessoal e, aos 24 anos de idade, acabou se sentindo o pior dos homens do mundo.

A sua principal função na corretora em que trabalhava envolvia o contato direto com pessoas e, para isso, Guilherme viajava bastante. Foi justamente em uma dessas viagens que ele conheceu o dono de uma corretora de valores sediada em Porto Alegre.

Ele conseguiu um emprego nessa corretora e se mudou para o sul do país em busca de novos ares.

Todos os funcionários dessa corretora eram pessoas mais velhas que Guilherme e, além de alguns estagiários, apenas um funcionário era mais ou menos da mesma idade. Trata-se de Marcelo Maisonnave, colega que, alguns anos depois, se tornaria o seu sócio.

Em suas conversas, Guilherme e Marcelo perceberam que tinham objetivos em comum e isso os moveu para que, em 2002, pedissem demissão dessa corretora para que pudessem dar início a XP Investimentos.

Essa história é um capítulo muito importante da vida de Guilherme Benchimol, portanto, o tratarei em um tópico específico a seguir.

O surgimento da XP Investimentos

Quando Guilherme Benchimol e Marcelo Maisonnave resolveram dar início ao seu plano de criar a XP Investimento, as economias dos dois somavam apenas R$ 20 mil.

Crédito da imagem: Gazeta do Povo.

Naquela época, com o dinheiro que tinham, alugaram uma sala de 20 m2 em Porto Alegre. Os primeiros computadores que compraram foram adquiridos de segunda mão de uma lan house. Além disso, dois estagiários faziam parte da equipe: Tiago e Ana Clara.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Enquanto os estagiários cuidavam da parte burocrática da empresa, Guilherme e Marcelo se esforçavam para atrair clientes para a XP Investimentos. Para isso, faziam visitas a clientes em potencial e tentavam convencê-los a se tornar clientes efetivos.

O problema é que o ano de 2002 foi considerado muito ruim para o mercado financeiro, pois a Bolsa de Valores sofreu com sucessivas quedas e o dólar chegou a dobrar de valor.

Além disso, de cada 10 clientes que os dois visitavam, apenas um acabava investindo na empresa, mas com valores muito baixos.

Tudo isso tornava a tarefa dos dois ainda mais difícil. Como convencer pessoas a investir na Bolsa se todos estavam fugindo dela? Como manter o negócio funcionando se não há dinheiro entrando em caixa?

Mesmo em um cenário difícil, os dois não desistiram de seu sonho e Guilherme chegou a vender o carro que tinha para conseguir injetar mais dinheiro no negócio.

Em um determinado momento, o estagiário Tiago pediu para deixar a empresa, pois tinha conseguido um emprego em um banco que lhe pagaria um salário melhor.

Com medo de também perder Ana Clara, Guilherme e Marcelo a fizeram uma proposta de se tornar sócia da XP Investimentos, com 10% do negócio. Ela aceitou a proposta e se manteve trabalhando com os dois.

Apesar de todos trabalharem bastante, os resultados esperados pareciam ainda muito distantes. Isso porque as pessoas tinham medo de investir na Bolsa, muitas vezes em razão de não conhecer bem o mercado.

Em um dado momento, Guilherme pensou em desistir de tudo, voltar ao Rio de Janeiro e recomeçar a sua vida. Para isso, pediu um amigo que lhe emprestasse R$ 5 mil para que pudesse organizar a sua mudança.

Contudo, antes que ele pudesse ir embora, algo aconteceu e mudou tudo. Ficou curioso? Então não deixe de ler o tópico a seguir.

Educação: a base da prosperidade da XP Investimentos

Com o tempo, Guilherme e Marcelo perceberam que muitos dos seus clientes em potencial optavam em não investir na Bolsa por desconhecerem o mercado de ações.

O pontapé inicial na alavancagem da XP Investimentos foi justamente quando os dois perceberam que para atrair novos clientes, precisariam ensiná-los a investir.

Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By vadymvdrobot

Quando Guilherme preparava-se para voltar ao Rio de Janeiro, alguns amigos de Marcelo o procuraram e pediram para que tivessem algumas aulas sobre como investir na Bolsa de Valores.

A reunião foi marcada para alguns dias depois e cerca de 20 pessoas compareceram.

Os dois explicaram aos presentes como funcionava o mercado e tudo sobre o mercado de ações. O assunto estava tão interessante que a reunião foi terminar só durante a madrugada do dia seguinte.

Logo após, 18 dos que assistiram à apresentação acabaram se tornando clientes da XP Investimentos.

Para Guilherme, aquele resultado soou como uma revelação, pois ele finalmente havia compreendido algo que mudaria de vez a sua história: para fazer com que as pessoas invistam em ações, primeiro é necessário mostrar a elas o que é o mercado de ações.

Na semana seguinte a essa primeira experiência, Guilherme e Marcelo tiveram a ideia de criar um curso sobre como investir na Bolsa de Valores. Para isso, fizeram um anúncio no jornal Zero Hora e cobraram o valor de R$ 300,00 por pessoa.

Para os dois, o resultado não poderia ser melhor, pois no dia marcado apareceram 30 pessoas, o que acabou gerando para os dois uma receita de R$ 9.000,00.

Aquele dinheiro não poderia ter surgido em melhor hora. Com a sua parte, Guilherme pagou o empréstimo que fez com o seu amigo quando havia decidido se mudar.

Mas não foi só isso. Ao final do curso, vários dos presentes acabaram se tornando clientes da XP Investimentos.

Depois disso eles passaram a promover cursos em todos os fins de semana e a cada evento, a XP Investimentos ganhava novos clientes.

De fato, Guilherme e Marcelo perceberam que era mais fácil convencer alguém a aprender sobre investimentos, pois investir seria uma consequência desse processo.

Na medida em que a empresa crescia, novos escritórios eram abertos em várias capitais do país. Hoje, a XP Investimentos conta com centenas de escritórios espalhados em todo o Brasil.

Em 2003, a XP havia crescido tanto que precisou adquirir uma corretora. A gestora da empresa iniciou no ano de 2005 e funcionava como um clube de investimentos. No início, apenas Marcelo, Guilherme e seu pai investiam R$ 1.000,00.

Hoje, esse clube de investimentos se tornou um fundo e já possui mais de R$ 3 bilhões de reais.

Para saber mais sobre a XP Investimentos e como funciona uma corretora, não deixe de ler o nosso artigo chamado “Como funciona a XP Investimentos”.

O que Guilherme Benchimol tem para nos ensinar

A vida de Guilherme Benchimol nos ensina o quanto é importante perseverar e não desistir dos seus sonhos.

Apesar das inúmeras adversidades, Guilherme se tornou o dono da maior corretora de investimentos do Brasil e hoje emprega cerca de 2.000 pessoas diretamente, além de milhares de outras pessoas indiretamente.

Além disso, a XP Investimentos possui um valor de mercado estimado em alguns bilhões de reais. E pensar que tudo isso partiu de apenas R$ 20 mil.

Isso nos mostra o quanto o espírito empreendedor e a vontade de vencer são importantes na vida das pessoas. Por isso, se você tem um sonho, não desista dele quando o primeiro problema bater à sua porta. Persevere!

Quando convenceu a sua estagiária a se tornar sócia da XP, Guilherme a prometeu que ela seria dona da maior corretora de investimentos do país.

Hoje, podemos dizer que a promessa foi cumprida, pois de uma pequena sala repleta de computadores usados, a XP Investimentos se tornou a maior e mais importante corretora do Brasil.

Guilherme sempre manteve o sonho de tornar a XP uma espécie de shopping de investimentos, em que as pessoas encontrariam uma série de aplicações de diferentes bancos e em diversos seguimentos.

Mesmo tendo vendido boa parte da XP recentemente, Guilherme se mantém à frente da empresa como CEO e ainda tem planos de tornar a empresa ainda maior.

A sua principal meta é alcançar os brasileiros que investem por meio dos bancos, principalmente em aplicações com baixa rentabilidade como a poupança.

O caminho para mudar esse paradigma ainda é longo e Guilherme tem consciência que a história da XP Investimentos está apenas no início.

Quer abrir a sua conta na XP Investimentos? Então assista ao vídeo a seguir e aprenda como fazer isso de uma maneira simples e rápida.